Vacinação contra gripe reduz riscos de quem tem insuficiência cardíaca

Vacinação anual contra gripe diminui riscos de insuficiência cardíaca.

A constatação foi feita por pesquisadores da Universidade de Copenhague (Dinamarca) e publicada na revista Circulation, da American Heart Association.

A influenza pode ser muito grave ou até fatal para pacientes com insuficiência cardíaca que, normalmente, têm mais de 65 anos e apresentam comprometimento da circulação e outros problemas de saúde.

Durante o trabalho científico, os autores analisaram dados de 134.048 pacientes com insuficiência cardíaca recém-diagnosticada ao longo de 12 meses. Após analise dos dados, a vacinação contra gripe foi associada a um risco reduzido de 19% nas mortes por todas as causas cardiovasculares, quando comparada com a não vacinação.

Além disso, os autores também estudaram a frequência com que os voluntários tomavam a vacina. Eles verificaram que quem se imunizou em períodos mais espaçados do que uma vez por ano teve uma diminuição do risco de morte em 13%.

A época do ano também foi levada em consideração: os voluntários que tomaram a vacina antes do período de gripe apresentaram uma redução na mortalidade cardiovascular. “Espero que o nosso estudo possa ajudar a tornar médicos e cardiologistas que cuidam de pacientes com insuficiência cardíaca conscientes da importância da vacinação contra influenza para seus pacientes. Ela pode ser considerada um tratamento padrão na insuficiência cardíaca semelhante aos medicamentos”, disse Daniel Modin, um dos autores do estudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *